Book Reviews

28 julho, 2007

131) Gastronomia diplomática, por Guilherme Leite Ribeiro

Os Bastidores da Diplomacia: o Bife de Zinco e outras histórias
Guilherme Luiz Leite Ribeiro
Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2007.


A decepção nos aguarda em todos os caminhos da vida, mas em profissão alguma os desapontamentos são tão amplamente superados por ricas oportunidades como na prática da diplomacia.
François de Callières (1645–1717), diplomata francês, homem de letras e secretário do gabinete de Luis XIV.

Durante seus 44 anos de carreira, o embaixador Guilherme Luiz Leite Ribeiro ouviu e leu muitas histórias divertidas de diplomatas brasileiros e estrangeiros. Ao se aposentar, em 2002, decidiu trazer ao público algumas delas, muitas ouvidas no modesto restaurante do velho Itamaraty, no Rio de Janeiro, chamado pelos diplomatas de “Bife de Zinco” devido ao seu telhado feito com este metal e porque contrastava com o elegante “Bife de Ouro” do Copacabana Palace. Surge então Os bastidores da diplomacia: o Bife de Zinco e outras histórias.
Seu estilo foge ao padrão sério e solene dos livros sobre diplomacia, procurando um caminho mais ameno, crítico e divertido. Ao mesmo tempo, o autor revela e desmistifica, muitas vezes com humor, algumas das muitas histórias dos bastidores da diplomacia, destacando as três principais funções do diplomata: informar, negociar e representar. Guilherme Luiz Leite Ribeiro comenta as provas do Instituto Rio Branco e os vestibulares, além dos momentos decisivos da carreira diplomática, como as promoções e remoções para servir no exterior que provocam incertezas e colocam os nervos à flor da pele. Relata ainda os sacrifícios para os diplomatas e sua família quando mudanças repentinas alteram e interrompem o curso de suas vidas e, principalmente, os estudos dos filhos.
Os bastidores da diplomacia: o Bife de Zinco e outras histórias é um livro esclarecedor, divertido e surpreendente. Aqui abrem-se as cortinas da vida diplomática, contam-se casos dessa carreira de solidão, de saudades, de exilados profissionais, de amizades e de amores que nascem e se desfazem com as mudanças. E de surpresas. Ninguém está livre de ser envolvido por uma revolução, de ser confundido como espião por uma multidão exaltada, de viver em condições insalubres nos chamados postos peculiares, de ser obrigado, por educação, a ingerir iguarias exóticas e elogiar-lhes o sabor, e de presenciar, como aconteceu com o autor, os terríveis momentos do 11 de Setembro em Nova York.

GUILHERME LUIZ BELFORD ROXO LEITE RIBEIRO nasceu em 1935, em Buenos Aires. Ingressou no Instituto Rio Branco em 1958 e serviu em Lisboa (1963-1966), cidade do México (1966-1967), Santiago (1969-1973 e 1991-1995), Roma (1973-1974), Milão (1995-1999) e Nova York (1976-1979, 1983-1988 e 1999-2002). Vive atualmente em Ipanema, Rio de Janeiro. Casado há 45 anos com Vera Lúcia, tem dois filhos, Cláudia e Guilherme, que os acompanharam em grande parte da vida diplomática.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home