Book Reviews

01 julho, 2006

70) Playboy elege 25 livros mais picantes da história

Folha Online - 18/05/2006 - Uma lista realizada pelo site da `Playboy` norte-americana elegeu as 25 obras mais sexy da história da literatura. Segundo o portal, a idéia é resgatar `o verdadeiro poder da tinta e do papel de abalar nossas mentes num mundo bombardeado por imagens sexualizadas`. O ranking é encabeçado pelo autor britânico John Cleland, com `Memórias de uma Mulher de Prazer - Fanny Hill`. Trata-se de um clássico da literatura do século 18 que conta a história de uma prostituta que ascende socialmente e se torna respeitada em seu meio.
Henry Miller aparece na terceira colocação, com `Trópico de Câncer`, primeiro livro da trilogia pós-guerra do autor. Miller foi censurado em muitos países e considerado `pornográfico` por seus contemporâneos.

`Lolita`, do mestre russo Vladimir Nabokov, ficou com a 11ª pósição. A obra criou a imagem da ninfeta, personagem que persegue e é perseguida pelo protagonista da história.

A lista deixa de fora escritores tidos como precursores deste tipo de literatura, como Proust e Sade, mas abre espaço para novos nomes, como o do japonês Haruki Murakami e da britânica Helen Walsh.

Veja abaixo o ranking:

1. `Memórias de uma Mulher de Prazer - Fanny Hill`, de J. Cleland (1748- 49)
2. `O Amante de Lady Chatterly`, de D. H. Lawrence (1928)
3. `Trópico de Câncer`, de Henry Miller (1934)
4. `História de O`, de Pauline Reage (1954)
5. `Crash`, de J.G Ballard (1973)
6. `Entrevista com o Vampiro`, de Anne Rice (1976)
7. `O complexo de Portnoy`, de Philip Roth (1969)
8. `O Mago`, de John Fowles (1965)
9. `The Wind-Up Bird Chronicle`, de Haruki Murakami (1995)
10. `Amor Sem Fim`, de Scott Spencer (1979)
11. `Lolita`, de Vladimir Nabokov (1955)
12. `Carrie`s Story`, de Molly Weatherfield (1995)
13. `Medo de Voar`, de Erica Jong (1973)
14. `Peyton Place`, de Grace Metalious (1956)
15. `História do Olho`, de Georges Bataille (1928)
16. `O Fim de Alice`, de A.M. Homes (1996)
17. `Vox`, de Nicholson Baker (1992)
18. `Rapture`, de Susan Minot (2002)
19. `Prazeres Singulares`, de Harry Mathews (1983)
20. `Em Carne Viva`, de Susanna Moore (1995)
21. `Brass`, de Helen Walsh (2004)
22. `Candy`, de Terry Southern and Mason Hoffenberg (1958)
23. `Forever`, by Judy Blume (1975)
24. `Um Sonho Americano`, de Norman Mailer (1965)
25. `O Carpetbaggers`, de Harold Robbins (1961)

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u60557.shtml

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home